ACIDENTES

Mutirão DPVAT promete acelerar o pagamento do seguro

O Mutirão DPVAT ocorre no Fórum Joana Bezerra até a próxima sexta-feira (28) e atenderá, em média, 220 processos por dia

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 24/04/2017 às 14:19
Leitura:

Imagem

Nas 1.100 audiências colocadas em pauta no 19º Mutirão de Conciliação do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores em Via Terrestre (DPVAT), os juízes vão analisar o grau das lesões provocadas no trânsito e, caso o parecer seja positivo, o acidentado poderá já receber alvará judicial.

Esse é o caso do Herbert Santos, que sofreu um acidente de moto justamente no dia em que faria os testes para um novo emprego e após acordo saiu com autorização para receber R$ 1.500.

O repórter Rafael Carneiro tem os detalhes:

Todos os processos convocados e muitos deles nem havia ingressado no Tribunal de Justiça de Pernambuco. O coordenador adjunto do Mutirão do Seguro DPVAT, Breno Duarte, fala sobre o atendimento. “Trata-se na verdade de um resíduo de processo. Deixando claro que não é para novas demandas, mas demandas que já existem e nós estamos tentando antecipar esse resultado”, contou. “Temos uma equipe com quatro médicos, quatro traumatologistas, que vão analisar os casos, saber o grau da lesão de cada um e isso vai influenciar no valor a ser recebido”, completou.

Seguro

Ainda de acordo com Breno, além da perícia médica, e uma audiência que dura em média 30 minutos já com representante da seguradora em que havendo acordo o juiz concederá homologação e os valores podem variar de R$ 1.350,00 a R$ 13.500,00.

O Mutirão DPVAT do Tribunal de Justiça de Pernambuco ocorre no Fórum Joana Bezerra até a próxima sexta-feira (28) e atenderá, em média, 220 processos por dia.

Mais Lidas