GREVE GERAL

"Quem parar na sexta vai levar falta", diz presidente da Urbana-PE

Presidente da Urbana-PE, que representa patrões dos rodoviários, diz que não aceita paralisação. "Não é essa a forma de protestar", afirma

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/04/2017 às 9:39
Leitura:

Imagem

O presidente da Urbana-PE (sindicato dos proprietários das empresas de ônibus), Fernando Bandeira, disse que os funcionários que aderirem à greve geral desta sexta-feira (28) vão levar falta. "Não aceitamos a paralisação", afirmou no programa "Passando a Limpo", da Rádio Jornal, nesta quarta-feira (26).

Maneira de protestar

Para Bandeira, "não é essa a forma de protestar": "Vá lá pressionar os deputados, mas não deixando um serviço essencial sem funcionar", afirmou.

» "Ladrão de ônibus quer apenas dinheiro do cobrador", diz presidente da Urbana-PE

Para o presidente da Urbana, não se pode parar tudo: "Eles precisam falar antes, com pelo menos 72 horas de antecedência". Os rodoviários, no entanto, anunciaram a paralisação na última segunda-feira (24).

Fernando Bandeira ainda afirmou que quando o rodoviário paralisa as atividades sem aviso prévio é um caso muito grave: "Iremos tomar as providências", declarou.

Mais Lidas