EXPLORAÇÃO

Polícia fecha casa de prostituição e prende proprietários, na Estância

A Polícia Civil investiga agora se o dono do imóvel e locador, o ex-vereador Edmar de Oliveira, sabia do funcionamento da casa de prostituição

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/04/2017 às 18:14
Leitura:

Imagem

A Polícia Civil, há cerca de uma semana, deflagrou uma operação no bairro da Estância, na Zona Oeste do Recife, onde os agentes descobriram uma casa de prostituição. Ela tinha como fachada uma casa de massagem e funcionava na Rua Humberto Campos, número 91, numa área nobre da localidade.

Os policiais foram até o local e prenderam 4 pessoas. Três delas foram presas em flagrante por manutenção de casa de prostituição e exploração do sexo e uma quarta pessoa foi autuada em flagrante por tráfico de drogas, ela estava traficando cocaína dentro da residência.

O delegado titular da Delegacia de Afogados, Igor Leite, responsável pelas prisões e pela prisão. Essa casa pertencia a um ex-vereador de Jaboatão dos Guararapes e Recife. “Nós recebemos a informação, por incrível que pareça, nós fomos convidados pelo WhatsApp, que era uma forma escancarada que eles tinham de anunciar essa casa de prostituição”, contou.

Segundo o delgado, a investigação consistiu em monitorar a saída e entrada do ambiente para que fosse descoberto o proprietário da casa e confirmar o crime. “Três dos indivíduos eram proprietários e gerentes. Foram autuados pela manutenção da casa, que vai até cinco anos de prisão, na pena máxima. E também por ter convidado, aliciado uma jovem de 18 anos a iniciar na profissão”, contou.

Imagem

Confira os detalhes na reportagem de Leopoldo Monteiro:

Ex-vereador investigado

A Polícia Civil investiga agora qual a participação do ex-vereador de Recife e Jaboatão dos Guararapes, Edmar de Oliveira, no crime. Ele é proprietário do imóvel. “Em tese, ele só alugou a casa a essas pessoas. Ainda não se pode afirmar se ele tinha conhecimento do objetivo da locação”, destacou o delegado.

Mais Lidas