GREVE GERAL

Sindicato dos Rodoviários atento para que categoria não seja punida

O presidente da Urbana-PE disse que vai punir os rodoviários que paralisarem as atividades durante a greve geral programada para a próxima sexta-feira

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/04/2017 às 16:39
Leitura:

Imagem

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE) vai punir o trabalhador rodoviário que aderir ao Movimento Nacional de Greve, marcado para a próxima sexta-feira (28). A paralisação vai contar com o apoio de diversas categorias contra as Reformas da Previdência e Trabalhista, em tramitação no Congresso Nacional.

O grande recife consórcio de transportes determinou por meio de ofício, que a Urbana adote medidas legais para garantir que 50% dos ônibus circule no horário de maior movimento de passageiros, além de 30% nos demais horários.

Sindicato dos Rodoviários atento às punições

Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Benilson Custódio, a recomendação é de que todos os trabalhadores possam ir às ruas. “Em geral, quem compõe a categoria dos rodoviários em toda a Região Metropolitana do Recife estão todos convocados para participar do ato, às 15h, na Praça do Derby”, disse.

Benilson Custódio disse ainda que o sindicato estará atento para que nenhum rodoviário seja punido por aderir à greve. “Esperamos que essas empresas não persigam os trabalhadores porque isso é um movimento nacional, é uma greve geral. Estarão não só rodoviários”, garantiu.

Confira os detalhes no flash de Denis Cavalcanti.

Metrô

Já a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) Recife informou por meio de nota, que na sexta-feira, as linhas Centro e Sul do metrô vão funcionar nos horários de pico do sistema, entre às 5h e às 9h e das 16h às 20h. A linha diesel, VLT não vai operar. No sábado (29), os trens circulam em horário normal, das 5h às 23h.

Mais Lidas