POLÍCIA CIVIL

Mulher é presa após desviar R$ 1,5 milhão de empresa privada do Recife

A mulher é ex-funcionária da empresa e está presa na Colônia Penal Feminina do Bom Pastor por desviar, supostamente, a quantia milionária

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 03/05/2017 às 18:19
Leitura:

Imagem

A Polícia Civil prendeu em virtude de um mandado de prisão preventiva, a ex-funcionária de uma empresa privada de grande porte do Recife, suspeita de desviar R$ 1,5 milhão. Ana Paula Fonseca, de 35 anos, foi demitida há dois anos, quando se percebeu o desvio de recursos do vale alimentação e a reativação de pagamento do benefício a funcionários desligados da empresa.

A execução do pedido de prisão se baseou na possibilidade da investigada deixar o país. O delegado do Grupo de Operações Especiais (GOE), Ramon Teixeira, é quem detalha a prisão. "Nossa prisão foi realizada na última quinta-feira, tão logo decretada a prisão. Conseguimos identificar nas investigações que ela havia sido demitida há cerca de dois anos dessa detecção pela empresa", explicou o delegado, acrescentando que a empresa notou que a então funcionária estava realizando muitas viagens e adquirindo carros de luxo.

Após ser presa em uma rua não divulgada pela polícia, Ana Paula, já na ouvida apresentou a versão dela sobre as acusações.

Os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

A suspeita de praticar fraudes aos cofres da empresa, que também teve o nome preservado pela investigação, foi encaminhada para a Colônia Penal Bom Pastor onde aguarda julgamento.

Mais Lidas