Operação

Cães de Fu: policiais presos por roubo estão livres e vítima escondida

Acusados de roubo e extorsão a um comerciante chinês no bairro do Pina, policiais chegaram a ser presos. Operação Cães de Fu foi deflagrada há 15 dias

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 04/05/2017 às 11:07
Leitura:

Imagem

Cerca de 15 dias após a deflagração da operação Cães de Fu, que resultou na prisão do policial civil Sílvio Gomes, do soldado da PM Raul César Félix de Moura e do cabo da PM Cléberson Felipe de Souza, os acusados estão soltos após um pedido de reclusão preventiva ter sido negado. A delegada Patrícia Domingos, a frente do caso, desabafou sobre a situação:

Mais de 60 policiais participaram da operação no último dia 20 de abril, que levou a prisão dos três suspeitos. Uma câmera de segurança flagrou toda a ação de extorsão e roubo de mercadoria. O quarto homem nas filmagens foi identificado por Marcelo Ferreira dos Santos, comissário de Polícia Civil.

Um pedido de prisão preventiva foi expedido, aceito pelo Ministério Público, mas negado pelo juiz responsável. Com isso, dois dos quatro acusados permanecem soltos e exercendo suas funções. Sílvio Gomes e Cléberson Felipe ainda estão presos pelo flagrante de porte ilegal de armas, encontradas em suas respectivas casas durante a operação.

Sanções

Os quatro processos foram enviados a corregedoria e os acusados podem ser afastados de seus cargos.

Mais Lidas