ECONOMIA

Multidão e insegurança atrapalham início de bazar da Fundação Terra

Milhares de pessoas tentam entrar no bazar, que oferece produtos importados a preços abaixo do mercado. Renda será revertida para obras da Fundação Terra

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 05/05/2017 às 10:19
Leitura:

Por conta da quantidade de pessoas que espera para entrar no bazar solidário da Fundação Terra, o evento teve seu início adiado. O evento deveria ter começado às 8h desta sexta-feira (5), no bairro de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, mas com risco de saques, os portões só começaram a ser abertos por volta das 11h30 para idosos e pessoas com deficiência.

Imagem

A coordenação do evento está avaliando a situação para decidir se segue com o evento hoje ou se suspende as vendas até a ampliação da segurança.

Insegurança

O bazar solidário estava programado para começar às 8h, mas, por volta das 11h, milhares de pessoas ainda esperavam para ter acesso ao bazar solidário da Fundação Terra. Muitas das pessoas aguardam na fila desde noite dessa quinta-feira, como a adolescente Giovana, de 15 anos, que veio com a mãe. "Quero pegar um preço bom dos eletrodomésticos aí, perfume, roupa de marca", diz.

Segundo a organização do evento, os portões ainda não abriram por conta da quantidade de pessoas que estão nas ruas e do clima de insegurança. Uma viatura da polícia acompanha a situação no local.

Evento solidário

Imagem

A partir desta sexta-feira (5), a Fundação Terra promove um bazar com produtos originais apreendidos pela Receita Federal e cedidos para a ONG. São mais de 10 mil itens à venda na sede da Fundação, que fica na Rua Maestro , em Piedade Entre os mais procurados estão roupas, relógios, celulares, brinquedos e perfumes importados com preços muito abaixo do mercado.

Cada cliente pode comprar até R$ 1.200 em mercadorias, tanto à vista quanto parcelado nos cartões de crédito. As compras são registradas pra CPF. Saiba mais na reportagem de Juliana Oliveira:

A renda do bazar será revertida para as obras sociais da Fundação Terra. A entrada custa R$ 5. O evento segue até às 18h do próximo domingo (7).

De acordo a coordenadora Anaelise Renda, o bazar já é um sucesso de procura. "Faça um apelo às pessoas que estão aí fora que tenham paciência. Todo mundo vai ser atendido com calma e com tranquilidade", afirma.

Mais Lidas