INVESTIGAÇÃO

Delegada diz que desaparecidas não têm marcas externas de violência

As meninas, de Jaboatão dos Guararapes, que estavam desaparecidas desde a última terça-feira (2) foram encontradas em Carpina

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 07/05/2017 às 9:25
Leitura:

Imagem

As quatro adolescentes de Jaboatão dos Guararapes, que estavam desaparecidas desde a última terça-feira (2), passam bem de saúde e não têm marcas externas de violência, de acordo com a delegada Vilaneida Aguiar, a frente do caso. Elas foram encontradas nesse sábado (6), na cidade de Carpina, na Zona da Mata Norte do Estado.

Em entrevista ao programa Bandeira Dois apresentado neste domingo (7) pelo jornalista Adúlcio Lucena, a delegada afirmou que as investigações continuam e vai ser feito um passo a passo dos dias que elas estavam desaparecidas para apurar se houve algum crime.
Ainda segundo a delegada, algumas informações vão ser preservadas, pelas meninas serem menores de idade:

O irmão de uma das meninas, Roberto Silva, relata o alívio de rever a irmã bem de saúde. Ela como soube que ela foi encontrada:

Relembre o caso

As adolescentes T.C.R., de 12 anos, A.C., de 13, e M.M.N., de 16 anos, e J.M.D, de 13 anos, sumiram na última quarta-feira (3). As três primeiras garotas estudam na Escola Municipal Luiz, já a última menor é vizinha de uma das adolescentes. Elas sumiram e J.M.D. chegou a deixar uma carta para os familiares dizendo que estava bem.

Mais Lidas