OLINDA

Funcionários do Expresso Cidadão paralisam atividades em Olinda

Os servidores do Expresso Cidadão protestam contra o corte do ponto de dois dias em que houve paralisação de ônibus que atendem ao bairro de Peixinhos.

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 08/05/2017 às 10:31
Leitura:

Imagem

Nesta segunda-feira (8), o atendimento foi paralisado no Expresso Cidadão de Olinda, localizado na Avenida Presidente Kennedy. De acordo com os funcionários, a medida foi tomada após eles serem comunicados que teriam seus pontos cortados por não comparecerem ao trabalho nos dias 10 e 11 de abril, devido a paralisação da empresa de ônibus Caxangá, que atende o município.

Os funcionários colaram uma carta aberta a população nos vidros da central informando sobre os motivos da paralisação. Veja um trecho da carta:

Imagem

Corte de ponto

Segundo uma funcionária que preferiu não se identificar, a informação sobre o corte do ponto foi verbal. "Nós não temos culpa de nada. Estão dizendo que vão descontar nosso ponto de hoje também. Não tem um documento, nada que justifique esse corte. O que foi dito é que o secretário mandou cortar os pontos de quem não veio trabalhar. São mais de 300 pessoas trabalhando aqui e 99% delas não conseguiu chegar nesses dias, porque não tinha transporte na rua. Eu recebo um salário mínimo e meio, com esse corte, como vou pagar as contas?", desabafou a funcionária.

Até o momento, a Secretária de Administração do Estado, responsável pelo pagamento dos salários, não se pronunciou sobre o caso. Apenas os funcionários que possuem meio de transporte particular compareceram ao local hoje.

Mais Lidas