PARALISAÇÃO

Funcionários do Expresso Cidadão questionam desconto no salário

Os funcionários do Expresso Cidadão de Olinda sofreram corte de mais de R$ 400, desconto dado no período da paralisação dos rodoviários da Caxangá

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 08/05/2017 às 15:11
Leitura:

Imagem

O atendimento no Expresso Cidadão de Olinda, localizado na Avenida Presidente Kennedy, foi paralisado nesta segunda-feira (8). A medida foi tomada pelos funcionários após serem comunicados que seriam descontados na folha de ponto, os dias 10 e 11 de abril, quando houve a paralisação da empresa de ônibus Caxangá e grande parte dos funcionários não compareceu ao trabalho.

Uma funcionária que não quis se identificar desabafa sobre o corte do ponto e afirma ainda que vai ser descontado também o dia de hoje.

Confira os detalhes na reportagem de Jéssica Lima:

Os funcionários colaram uma carta aberta a população nos vidros da central informando sobre os motivos da paralisação. Na carta, um trecho dizia “não podemos ser penalizados em consequência de um ato que não provocamos”. De acordo com a funcionária, vai haver um desconto de mais de R$ 400 do salário dos funcionários.

Sem resposta

Procurada pela nossa reportagem, a Secretaria de Administração não se pronunciou sobre o assunto. Apenas os funcionários que possuem meio de transporte particular compareceram ao local nesta segunda-feira.

Mais Lidas