Mesmo localizadas, investigação sobre sumiço de adolescentes continua

A delegada responsável pelo caso do desaparecimentos de 4 adolescentes de Jaboatão disse que os depoimentos das garotas apresentaram contradições

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 08/05/2017 às 18:08
Leitura:

Imagem

As quatro adolescentes que estavam desaparecidas desde a quarta-feira (3) em Jaboatão dos Guararapes e foram localizadas em Carpina, na Zona da Mata Norte do Estado, no sábado (6), prestam depoimento do Departamento de Proteção à Criança e ao Adolescente (PDCA), nesta segunda-feira (8).

As garotas, duas de 12 anos, uma de 13 e uma de 16 anos, sumiram após saírem de casa, em Jaboatão dos Guararapes, dizendo que iriam para a escola.

A delegada Vilaneida Aguiar, responsável pela investigação do caso, disse que as adolescentes foram encontradas após a denúncia de uma pessoa que identificou as meninas pelas matérias da imprensa. “Elas foram encontradas através de uma denúncia da localidade que as reconheceu e seguiu até a Polícia Militar e elas foram levadas até a delegacia”, disse a delegada, acrescentando que ainda no sábado as garotas foram levadas para a DPCA de Jaboatão. “Conversei com cada uma delas. Depois dessa apuração preliminar, as encaminhamos ao IML, onde cada uma fez os exames todos, foram encaminhadas ao hospital também para que fosse preservada a integridade física delas”, destacou.

Confira os detalhes no flash de Adúlcio Lucena:

Segundo a delegada, as adolescentes saíram voluntariamente. “Não relatam outra pessoa que estivesse convencendo. Mas as investigações continuam. Houve algumas contradições entre o que uma falou e outra e por isso estamos com elas novamente para poder esclarecer cada ponto e uma história única”, disse.

Mais Lidas