ABASTECIMENTO

Compesa acionará justiça contra envolvidos na Operação Igarapé

A Operação Igarapé prendeu pessoas envolvidas em um esquema de furto de água da Adutora do Prata, causando prejuízo à Compesa

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 09/05/2017 às 18:12
Leitura:

Imagem

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) vai acionar a justiça para processar os envolvidos na Operação Igarapé. A Estatal quer uma indenização que pode chegar a R$ 500 mil.

De acordo com a Compesa, foram encontradas ligações clandestinas que transportavam água para grandes barreiros, utilizados exclusivamente para o abastecimento e comercialização de carros-pipas para a população.

Só no mês de abril, os furtos na Adutora do Prata representaram uma perda de 8% da água fornecida para 500 mil pessoas em Caruaru, Agrestina, Santa Cruz do Capibaribe, Ibirajuba, Altinho e Cachoeirinha.

O gerente regional da Compesa, Mário Heitor, afirma que a companhia teve muitos prejuízos. Mário Heitor disse ainda que a fiscalização para descobrir o desvio de águas em adutoras é constante.

Confira os detalhes na reportagem de Berg Santos:

Com o esquema descoberto, a Compesa espera agora que o abastecimento de água possa melhorar, principalmente em Caruaru, já que a cidade vive a pior seca dos últimos 60 anos.

Mais Lidas