BRINCADEIRA CRIMINOSA

Quem passar trote para o SAMU vai ter que pagar multa de R$ 1.000

Além da multa, nova Lei em vigor também pode condenar o responsável pelo trote para o SAMU a serviços comunitários

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 09/05/2017 às 10:59
Leitura:

Imagem

Já está em vigor a nova lei que determina multa para quem fizer denúncias falsas ou ligações desnecessárias para a Central de Atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A medida foi tomada devido à grande quantidade de trotes que o serviço recebe diariamente. Quem for identificado utilizando o SAMU indevidamente, vai pagar uma multa no valor de R$ 1.000.

Na central de atendimento do SAMU, 16 pessoas atendem cerca de 700 ligações todos os dias. Destas, aproximadamente 200 são trotes. Boa parte dessas ligações indevidas é feita por crianças.

O coordenador geral do SAMU Metropolitano, Leonardo Gomes, afirma que os trotes atrapalham o funcionamento do serviço e podem até mesmo impedir o SAMU de salvar uma vida. "Trote é crime, está previsto no Código Penal Brasileiro e pode dar até detenção. Quem pensa em passar trote, lembre que isso não é uma brincadeira", afirma.

Multa

Leonardo explica como será o processo para a cobrança das multas. "Vai existir um grupo de trabalho para que essa multa possa ser executada. Esse número de telefone é remetido à Polícia para que se possa configurar o flagrante", diz. Além da multa, quem passar trote também pode ser condenado a prestar serviços comunitários.

O atendimento do SAMU é feito 24 horas por dia pelo número 192. A ligação só deve ser feita em caso de urgência.

Mais Lidas