LAVA JATO

Cientista político avalia repercussões do depoimento de Lula

Para o cientista político Adriano Oliveira, o ex-presidente Lula não deve sofrer impopularidade após o depoimento

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 11/05/2017 às 11:06
Leitura:

Imagem

Com o depoimento do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro, a expectativa agora fica para as pesquisas de intenção de voto, já que ele se declara candidato às eleições de 2018. De acordo com o cientista político Adriano Oliveira, do Instituto Maurício de Nassau, afirma que desde ontem tem avaliado as repercussões das declarações. “Assim que tivermos uma pesquisa, vai ser possível avaliar uma questão fundamental, para ver se Lula vai ser vitimizado ou se vai sofrer impopularidade”, afirma. Na avaliação de Oliveira, Lula não saiu menor do depoimento e pode manter ou aumentar a sua posição nas pesquisas. “Não posso dizer que o Lulismo teve a morte decretada e nem que o lulismo sai mais forte”, completa. Ouça a entrevista completa:

Depoimento

Para o cientista político Adriano Oliveira o depoimento de ontem (10) trouxe questões relevantes e ficou marcado pelas afirmações de Lula sobre a corrupção na Petrobras. “Ele disse que não sabia, mas também sugeriu que o Ministério Público, o Poder Judiciário e as instituições de controle não sabiam”, explica.

Mais Lidas