FEMINICÍDIO

Mulher é morta pelo ex-marido da irmã durante briga em Nova Descoberta

Após a separação, o homem passou a pedir R$ 10 mil e a ameaçar a ex-esposa e a irmã dela de morte

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 15/05/2017 às 12:15
Leitura:

Imagem

O corpo de Elizabeth Ambrósio dos Santos, de 29 anos, foi enterrado na manhã desta segunda-feira (15) no Cemitério de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife. O principal suspeito de matar a auxiliar de Serviços Gerais é o ex-marido da irmã dela, identificado apenas como Márcio. Saiba mais na reportagem de Jéssica Lima:

Entenda o caso

De acordo com familiares, Márcio e a ex-esposa haviam construído no terreno no pai de Elizabeth, que fica em Nova Descoberta, Zona Norte do Recife. Após a separação, Márcio teria exigido R$ 10 mil. Como a mulher não tinha o dinheiro, sofreu ameaças e foi jurada de morte. Elizabeth tentou defender a irmã e também foi ameaçada.

Na noite do último sábado (12), Márcio foi até a casa das irmãs e atirou contra Elizabeth após uma discussão. A auxiliar de serviços chegou a ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. O suspeito fugiu do local.

Feminicídio

É uma tipificação do crime de homicídio qualificado e se caracteriza pelo assassinato de uma mulher pelo fato dela ser mulher, em decorrência da violência doméstica, ou pela dominação do homem sobre a mulher. Em última instância, o feminicídio significa o controle sobre a vida e a morte.

» Mulher é estuprada e morta pelo próprio cunhado em Ipojuca
» Família não se conforma com assassinato de recepcionista pelo marido

A pena para um crime de homicídio é de 6 a 20 anos. No caso do homicídio qualificado, incluindo o feminicídio, a pena vai de 12 a 30 anos. A pena é aumentada em até um terço, se for cometido na frente de menores de 14 anos.

Mais Lidas