POLÍTICA

Moradores de Olinda voltam a protestar contra reajuste de Vereadores

Parlamentares de Olinda reajustaram salários em 6,58%, mas voltaram atrás. Aumento na verba de representatividade segue em vigor.

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 16/05/2017 às 10:59
Leitura:

Imagem

Manifestantes do Movimento Olinda Imortal (MOI) se reúnem nesta segunda-feira (16) em protesto contra o aumento de salários de servidores da Câmara de Vereadores de Olinda e da verba de representatividade do presidente Jorge Federal (PR). O protesto foi mobilidade por meio das redes sociais e conta com o apoio dos moradores da cidade.

Pelo menos 30 policiais militares e da Rocam fazem a segurança da Casa Bernardo Vieira de Melo, sede da Casa. O ato segue tranquilo na Rua 15 de Novembro. Saiba mais na reportagem de Suellen Fernandes:

Medidas polêmicas

Em frente à Câmara, integrantes do MOI carregam uma faixa com o nome e a foto dos 17 parlamentares que aprovaram o reajuste de salários de 6,58%. Diante da pressão popular, os vereadores recuaram da decisão.

A verba de representatividade do presidente da Casa permanece inalterada. Se entrar em vigor, o ganho sobre o salário atual é de 80%.

Atualmente, os parlamentares da cidade ganham R$ 12 mil, sendo aproximadamente R$ 9 mil de valor líquido. Se for aprovado o reajuste, o presidente da Casa, Jorge Federal (PR), o soldo passa de R$ 10.125 para R$ R$ 18.225 mil por mês.

Mais Lidas