CRISE POLÍTICA

"As pessoas erram", diz Jarbas Vasconcelos sobre Michel Temer

Aliado de primeira hora do presidente Temer, ex-governador e deputado Jarbas Vasconcelos diz que Temer precisa dar explicações

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 18/05/2017 às 10:42
Leitura:

Imagem

O ex-governador de Pernambuco e deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB) pediu explicações imediatas do Presidente da República, Michel Temer (PMDB), que vive o momento mais agudo da crise política. Temer foi envolvido em uma delação onde teria sido gravado acertando como comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), que está preso em Curitiba (PR). "Temer deve satisfações ao país", disse Jarbas que disse ainda confiar em Temer e que "as pessoas erram".

"Situação de extrema gravidade"

"Estamos no olho do furacão", afirmou o ex-senador que disse que poucas vezes aconteceu algo de tamanhã gravidade no país. Mas Jarbas vê pontos positivos no processo, como a força das investigações e a neutralidade das Forças Armadas, ao contrário do golpe de 1964: "Temos que reconhecer que o Brasil está sendo passado a limpo. Antes, já haveria movimentação nos quartéis e seria convocado um general. Isso não acontece agora", afirmou.

A confiança em Temer

Sobre Michel Temer, do qual Jarbas Vasconcelos foi aliado de primeira hora, defendendo o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT): "Continuo achando Temer uma pessoa correta, que busca fazer o que tem que ser feito, mas as pessoas erram", disse.

O parlamentar diz ainda que a situação não deveria surpreender ninguém: "Não devemos mais nos surpreender com tantas denuncias", disse. Ele ainda cobrou posicionamento firme do presidente Temer: "Ele tem que explicar com conteúdo.
O nome dele foi envolvido de forma contudente e do mais simples ao mais esclarecido precisa dessa resposta, dessa fala presidencial", disse Jarbas.

“Governo Temer esgotou-se”, diz Humberto Costa, líder do PT no Senado

Armando Monteiro espera que Temer "tenha gesto de grandeza e renuncie"

Ex-governador: Temer tem que se perguntar se tem condições de governar

Situação de Temer é insustentável, diz senador Paulo Paim

Irmã do senador Aécio Neves é presa em Belo Horizonte

Para o peemedebista, apesar de tudo não há forte desestabilização no país e que o Congresso deve ser o lugar onde será definido o futuro do país: "Toda solução tem que ser constitucional. A renúncia é um ato pessoal, só cabe a Temer. A solução é via câmara", finalizou.

Mais Lidas