Crise

Meirelles não pode afirmar que permanece no cargo, diz economista

Para o economista Sérgio Buarque, Meirelles precisa esperar os desdobramentos políticos das denúncias contra Temer

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/05/2017 às 10:34
Leitura:

Imagem

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que fica no cargo mesmo se Michel Temer deixar a presidência. A declaração foi feita nesta quinta-feira (18) a investidores e aliados. Para o economista Sérgio Buarque, o ministro não pode afirmar isso com segurança, já que tudo depende dos encaminhamentos das denúncias contra Temer. “Queria que Meirelles continuasse como ministro, mas não posso concordar que seja seguro. Depende dos desdobramentos políticos que venham a ocorrer com essa saída inevitável do presidente”, diz. Ouça a entrevista completa:

Economia

O economista Sérgio Buarque avalia que as denúncias impactam diretamente na economia do país. “Nós estávamos na quarta-feira comemorando os sinais de recuperação da economia brasileira com a queda da inflação, mas isso caiu como uma bomba na confiança dos agente socioeconômicos”, completa. Ele avalia que a articulação política de Temer acabou e isso também deve afetar as discussões no Congresso sobre as reformas propostas pelo presidente.

Mais Lidas