ATENTADO

Suspeito de atentado em Barcelona diz que teve documento roubado

Driss Oukabir Soprano alegou inocência aos policiais e o irmão dele, de 18 anos, é investigado pela polícia como suspeito do atentado

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 17/08/2017 às 21:17
Leitura:

Imagem

Apontado pelas autoridades espanholas como um dos responsáveis pelo atentado em Barcelona que matou 13 pessoas mais de 100 feridos, nesta quinta-feira (17), Driss Oukabir Soprano se apresentou na delegacia da Polícia da Catalunha da cidade de Ripoll dizendo que seus documentos foram roubados e usados pelos terroristas. Ele vive em Girona e poucos momentos depois do atentado ter ocorrido, a polícia espalhou sua imagem como um dos suspeitos pelo ataque em Rambla.

As informações apontam que o homem teria explicado aos agentes que viu sua fotografia na mídia e foi à delegacia esclarecer que no momento do ataque ele estava em Ripoll, e não na capital. Driss Oukabir tem nacionalidade francesa e é uma pessoa muito conhecida na cidade em que mora.

O irmão como suspeito

A polícia agora tenta esclarecer por que o homem não denunciou o roubo e suspeitam que o irmão dele, Moussa Oukabir, de 18 anos, tenha roubado a documentação e esteja envolvido no crime.

Mais Lidas