AUDIÊNCIA MARCADA

Alunos de renda de até 3 salários mínimos terão juros 0 no FIES

Mendonça Filho falou sobre o FIES no quadro Audiência Marcada, nesta sexta-feira (18)

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/08/2017 às 17:13
Leitura:

Imagem

As mudanças para 2018 no Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) e reformas do ensino médio foram alguns dos assuntos debatidos no quadro Audiência Marcada desta sexta-feira (18.08), no Balanço das Notícias com o Comunicador Ednaldo Santos, que recebeu o Ministro da Educação, Mendonça Filho. Também participou da entrevista, o jornalista de política do Jornal do Commercio, Gilvan Oliveira.

Ouça na íntegra:

Mendonça negou cortes nos custos da sua pasta e frisou as obras entregues, entre elas, uma unidade do Instituto Federal em Serra Talhada, no sertão do Estado. "Até o fim do ano pretendemos entregar mais unidades como a de Santa Maria da Boa Vista", comentou.

FIES

Sobre o FIES, o Ministro garantiu mudanças para o próximo ano, medidas que foram aprovadas na Comissão mista na última quarta-feira (16.08). A principal é a cobrança de juros zero para os estudantes que usam o Fundo. Mas isso valerá apenas para quem tem renda de até três salários mínimos. "O nosso objetivo é que mais estudantes de baixa renda tenham acesso às Universidades".

Reforma do Ensino Médio

Em relação às críticas da reforma do ensino médio, Mendonça Filho se mostrou bastante tranquilo e convicto que é necessária para atual situação do país. Segundo ele, há pesquisas que apontam que há vinte anos o Brasil não cresce nos índices de nível nas matérias de matemática e português e para o ministro, as mudanças como a possibilidade do aluno escolher o que vai estudar, propicia maior dedicação e por consequência, resultados positivos.

Eleições

Por fim, Mendonça Filho foi indagado por Ednaldo Santos sobre seu posicionamento nas eleições de 2018, prevista para o dia 7 de outubro, ele desconversou afirmando que só vai se colocar no próximo ano."Eu não tenho caminho definido, vou estar na disputa, mas não sei como", resumiu.

Até o dia 7 de outubro desse ano pode haver mudança na legislação eleitoral, período um ano antes das novas eleições. Em 2018, os eleitores vão às urnas eleger presidente, senador, governador, deputado federal e estadual.

Mais Lidas