SISTEMA PRISIONAL

Enfermarias prisionais: profissionais têm receio de atuar

Após registro de agressão a profissionais em enfermarias prisionais alguns relatam que não voltam a trabalhar no ambiente

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/08/2017 às 1:53
Leitura:

Imagem

Se acordo com o promotor Marcellus Ugiette, as chamadas "enfermarias" no estado atuam como unidades de saúde e funcionam como ambulatórios. "Esse assunto veio a tona [...] por conta das últimas agressões sofridas pelos técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos, assistentes sociais psicólogos [...]", explicou o promotor.

Marcellus Ugiette falou também sobre assuntos nacionais como a retirada e autonomia do MPF e as polêmicas envolvendo o ministro Gilmar Mendes, ouça na íntegra:

Prosissionais sofreram agressões

De acordo com o promotor alguns dos profissionais que atuam nas funções citadas em unidade prisionais estão com receio pela integridade deles devido ao histórico de agressões sofridas nos ambiente de trabalho, como a que ocorreu no Complexo do Curado a cerca de um mês e detalhada pelo Dr. Ugiette.

Mais Lidas