PRIVATIZAÇÃO

Privatização da Eletrobras mexe com o mercado, mas anima Planalto

A oposição não gostou, mas equipe econômica do Palácio do Planalto comemorou e espera arrecadar bilhões com a transação da Eletrobras

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/08/2017 às 1:18
Leitura:

Imagem

A equipe econômica do Palácio do Planalto se mostrou animada com possibilidade de privatização da Eletrobras. A estatal atualmente é responsável pela administração de 32% da geração de energia e 47% das linhas de transmissão do país, com a transação o governo visa melhorar a situação financeira da Eletrobras que atualmente não está das melhores.

Confira os detalhes no flash do correspondente de brasília Romoaldo de Souza:

Ministro garante não elevar das tarifas

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, afirmou em um comunicado que apesar da proposta de privatização da Eletrobras, pretende manter a tariva sem aumento para o bolso do consumidor. "Não há espaço para elevação de tarifas nem para aumento de encargos setoriais. Não é mais possível transferir os problemas para a população. A saída está em buscar recursos no mercado de capitais atraindo novos investidores e novos sócios", destaca o texto.

Passando a Limpo

A proposta de privatização da Eletrobras foi discutida pelos jornalistas do Sistema Jornal do Commercio durante o Passando a Limpo. Escute o programa na íntegra:

Mais Lidas