Julgamento

Familiares realizam protesto no dia do julgamento do caso Danielle Fasanaro

Daniele teria sido morta pelo marido em 2013 no bairro de Casa Caiada, em Olinda

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 24/08/2017 às 10:53
Leitura:

Imagem

Familiares e amigos da modelo Daniele Solino, assassinada em 2013 em seu apartamento, no bairro de Casa Caiada, em Olinda, realizaram protesto em frente ao fórum de Olinda na manhã desta quinta-feira (24). O acusado Emerson Du Vernay Brandão, foi recebido sob gritos de "assassino" e "justiça" pelos manifestantes.

Saiba mais sobre o caso Danielle Solino

>> Homem mata mulher e fere filho após fazê-los reféns em Olinda

>> Mãe de jovem encontrado morto em Beberibe suspeita de crime passional

A irmã da vítima, Michelle Fasanaro, disse que a expectativa dos familiares é que Emerson tenha pena máxima decretada pelo júri popular. "Não consegui ver cara a cara, pois o policial não deixou ver. Imagine você perder sua irmã e passar quatro anos para ele ser julgado. Ele vai ser condenado a pena máxima, ou eu troco meu nome. Se não fosse a mídia, ele já teria sido solto".

Relembre o caso

A modelo e estilista Daniele Fasanaro foi morta a tiros pelo marido, Emerson Du Vernay Brandão (na época identificado como André Cabral Muniz), 27, na frente do filho de 9 anos, no bairro de Casa Caiada, em Olinda. O filho de uma das irmãs de Daniele foi quem avisou à família do crime ao ver o primo sendo mantido refém na televisão.

O filho de Daniele foi mantido como refém por horas. As negociações com a polícia começaram às 11h e, somente duas horas e meia depois, Emerson se rendeu. Ele foi autuado em flagrante por homicídio, cárcere privado e porte ilegal de armas.

Tragédias na família

A irmã de Danielle Fasanaro, Michelle Fasanaro, era mãe do jovem Luca Fasanaro, 22, assassinado no último mês de julho no bairro de Beberibe, na Zona Norte do Recife.

De acordo com o Instituto de Criminalística (IC), o corpo de Luca foi encontrado em um beco na Estrada do Caenga, com muito lixo ao redor. Apresentava pelo menos quatro lesões causadas por disparos de arma de fogo, que foram desferidos próximos à vítima. Luca foi morto no local onde foi encontrado.

Mais Lidas