POLÍTICA

Ação contra Lula no caso tríplex chega à 2ª instância em tempo recorde

Se condenado em segunda instância, Lula não poderá concorrer às eleições em 2018

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 25/08/2017 às 9:04
Leitura:

Imagem

Demorou 42 dias para o processo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado a nove anos e meio de prisão no caso do tríplex do Garujá pelo juiz Sergio Moro, chegasse à 2ª instância no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª região), o que aconteceu nessa quarta-feira (23).

Foi a tramitação mais rápida de todos as condenações da Lava Jato, segundo levantamento feito pela Folha de S. Paulo.

Condenação pode tirar Lula de 2018

Se condenado em segunda instância, o ex-presidente não poderá concorrer às eleições em 2018. O tempo médio de demora nos recursos envolvendo a Lava Jato é de 96 dias, ou 84 dias, se considerar a mediana (valor que divide os casos existentes em dois conjuntos iguais).

O andamento dos processos até chegar à 2ª instância variou entre 42 dias e 187 dias.

Mais Lidas