POLÍCIA CIVIL

Polícia desarticula quadrilha com mais de 200 kg de maconha

A quadrilha era comandada por um ex-sargento da Polícia Militar, Pedro Francisco Ribeiro, que foi preso em um sítio em Vitória de Santo Antão

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 28/08/2017 às 16:51
Leitura:

Imagem

Mais de 200 quilos de maconha e 150 gramas de cocaína, foram apreendidos, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata do Estado e em Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, com três homens e um menor.

De acordo com informações da Delegacia de Roubos e Furtos de veículos todo o material faz parte de uma quadrilha comandada por um ex-sargento da Polícia Militar, Pedro Francisco Ribeiro, preso na terça-feira (22) da semana passada, no sítio dele, também na zona rural de Vitória de Santo Antão.

Naquela oportunidade, ele estava em um renagede roubado, com um fuzil, 220 munições, 1,5 kg de crack, além 15 tabletes de maconha enterrados na propriedade. Com estas apreensões apresentadas nesta segunda-feira, a polícia acredita que os criminosos atuavam no roubo de veículos para trocar por drogas.

Mauro Cabral, da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos, detalha a atuação da quadrilha. “A informação que nós tínhamos para que a gente pudesse deflagrar o trabalho foi de que eles tinham um carro roubado e que queriam trocar esse carro por drogas isso até em outro estado”, contou.

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

Andamento da operação

A continuação da operação se deu numa casa do bairro de Redenção, Vitória de Santo Antão, utilizada para guardar a droga do ex-militar. Nela foram encontrados em sacos de lixo 106 tabletes da droga.

Na mesma tarde, em um veículo gol branco com sinais de adulteração de características estavam Thiago de Souza Lemos, considerado como o articulador do grupo, outro comparsa e um menor.

Com eles, a polícia encontrou mais 103 tabletes de maconha e um revólver calibre 38. Provavelmente este material seria encaminhado para Zona da Mata Sul do Estado. Mauro Cabral explica ainda que o grupo pode ter envolvimento com homicídios.

Prisões

No total, um menor foi apreendido e mais seis pessoas foram presas, incluindo o líder, o ex-pm, preso por tráfico de drogas em operações das Polícias Civil e Federal. Todos foram encaminhados para audiência de custódia e tiveram prisões preventivas decretadas pela justiça.

Mais Lidas