ADOÇÃO

Recém-nascido resgatado em esgoto é levado para lar temporário

O policial militar que encontrou o recém-nascido na rua Tota Ventura, no bairro dos Torrões, na Zona Oeste, reforçou o desejo em adotar a criança

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 30/08/2017 às 15:15
Leitura:

Imagem

Após oito dias internado no Hospital Barão de Lucena, na Avenida Caxangá, na Zona Oeste do Recife, o recém-nascido que foi encontrado em um esgoto no bairro dos Torrões recebeu alta nesta quarta-feira (30).

A saída do menino da unidade de saúde foi conturbada e o Conselho Tutelar chegou por volta das 11h. Em seguida, o cabo Domingos, que encontrou a criança com um outro colega de farda, esteve no local e reafirmou o desejo em adotar o bebê. “Se não houver objeção por parte da vossa excelência vou acompanhar ele na casa de abrigo. Meu desejo é adotar ele e meu outro desejo é que os avós paternos e maternos pudessem aparecer para solucionar essa situação porque se trata de uma criança recém-nascida e ela precisa de um lar”, revelou.

Confira os detalhes no flash de Isa Maria:

Foram mais de duas horas de espera, funcionários aguardavam ansiosos a saída do bebê, mas ninguém pode vê-lo. A assessoria de comunicação e a assistente social do hospital montaram um esquema para a criança sair sem ser vista. A ideia é que a imagem do bebê seja preservada. O recém-nascido foi levado para o Lar do Neném, no bairro da Madalena.

Relembre o caso

O recém-nascido foi encontrado por dois policiais militares na Rua Tota Ventura, no bairro dos Torrões, na Zona Oeste
do Recife, na noite da quarta-feira (23). A criança foi abandonada e os PMs ouviram o choro, foi quando encontraram o bebê
dentro de uma sacola preta no esgoto.

O bebê ainda estava com o cordão umbilical e restos de placenta. Inicialmente, a criança foi levada para a UPA dos Torrões e,
posteriormente, transferida para o Hospital Barão de Lucena, na Avenida Caxangá, na Zona Oeste do Recife, onde permanece
internada.

Mais Lidas