CÂMARA DO RECIFE

Rua Casa Forte vai se chamar Padre José Edwaldo Gomes, em homenagem ao pároco falecido em julho

A Câmara do Recife aprovou o projeto que visa renomear a rua Casa Forte para Padre José Edwaldo Gomes; o projeto segue para sanção de Prefeitura

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 30/08/2017 às 7:44
Leitura:

Imagem

A Câmara do Recife aprovou nessa terça-feira (29) um projeto de autoria do vereador Rodrigo Coutinho (SD) que visa renomear a rua Casa Forte, no bairro de mesmo nome. Caso seja sancionada pelo prefeito Geraldo Julio (PSB), o logradouro vai passar a se chamar Padre José Edwaldo Gomes, em homenagem ao religioso falecido no dia 19 de julho e conhecido por seu trabalho social.

Pároco da Igreja Sagrado Coração de Jesus, em Casa Forte, na Zona Norte do Recife, o padre Edwaldo Gomes faleceu, aos 85 anos, no último dia 19 de julho. O religioso, conhecido por ser o idealizador da Festa da Vitória Régia, estava internado desde o dia 22 de junho no Hospital Memorial São José. De acordo com boletim médico divulgado pela unidade de saúde, ele foi vítima de "falência de múltiplos órgãos".

Durante a fase de discussão do projeto, o vereador André Régis (PSDB) levou o assunto à tribuna da Casa de José Mariano. “Eu geralmente me coloco contra a alteração de nomes de ruas desde que elas tenham um significado histórico. No caso que estamos tratando aqui, o Instituto Histórico e Geográfico foi consultado e deu parecer favorável. Não haverá prejuízos porque já existe um bairro de Casa Forte e uma praça de Casa Forte. A proposta de Rodrigo Coutinho acaba contemplando a vontade de todos. Muitos aqui foram procurados por alguém, como foi meu caso, para que essa homenagem fosse prestada. A história de Casa Forte continuará preservada e o bairro terá uma homenagem a alguém que dedicou sua vida a uma missão humanitária.”

Em um aparte, o vereador Gilberto Alves (PSD) elogiou o posicionamento de André Régis e o projeto de Rodrigo Coutinho. “Também concordo em prestar essa singela distinção a uma pessoa que foi muito importante a todos nós que somos da comunidade católica e àqueles que não são. Padre Edwaldo tem uma história de militância. As pessoas pensam que em Casa Forte só há pessoas de melhor condição social, mas há comunidades carentes. E o padre fez despertar uma consciência cidadã que fez as pessoas perceberem uma outra realidade. Ele tinha uma obra social muito importante.”

Padre Edwaldo era uma liderança comunitária

O vereador Ivan Moraes (PSOL) também se pronunciou para tratar do projeto. “Vou fazer duas coisas que não costumo fazer. Uma é concordar com mudança de nome de rua. Não podemos abusar desse direito. Uma segunda coisa é colocarmos referências religiosas nas ruas. Mas aqui é um caso diferente. O padre Edwaldo não era apenas uma referência religiosa. Nele tem reconhecimento da população de Casa Forte. Era uma liderança comunitária. Não tenho dúvidas que um plebiscito daria ao padre essa homenagem.”

BIOGRAFIA DO PADRE EDWALDO

Imagem

José Edwaldo Gomes nasceu no dia 08 de setembro de 1931, no município de Barra de Guabiraba, no Agreste de Pernambuco. Filho de José Caetano Gomes e Amara da Silva Gomes, passou a infância em Bonito, também no Agreste.

Desde criança, Edwaldo teve profunda ligação com a Igreja Católica, seja com a educação religiosa recebida em casa e também com o vigário da cidade, o Padre Chicó.

Ingressou no seminário de Olinda, na Região Metropolitana do Recife, aos 13 anos, concluindo sua formação em 1956. Ao ser ordenado padre, assumiu a Igreja Basílica de Nossa Senhora do Carmo, no Recife, celebrando a sua primeira missa solene no dia 8 de dezembro, na Matriz de Bonito.

Foi em 1970 que padre Edwaldo assumiu a paróquia de Casa Forte, na Zona Norte do Recife, aonde ficou até o fim da vida. Foi lá que ele ficou muito conhecido da comunidade e desenvolveu diversos trabalhos.

Um dos mais famosos é a Festa da Vitória Régia, um dos eventos mais tradicionais do calendário turístico e cultural da cidade do Recife. Anualmente promovida pela Paróquia de Casa Forte, tem como objetivo principal a arrecadação de fundos para a manutenção da Creche Beneficente Menino Jesus e para a Casa da Criança Marcelo Asfora.

Entre seus grandes amigos ao longo da vida, estão Dom Lamartine Holanda e Dom Hélder Câmara. O lema de sua ordenação foi: “eu, de muita boa vontade, consumirei o que é meu e a mim mesmo pelas vossas almas”.

As informações são do Portal da Câmara do Recife

Mais Lidas