RECUPERAÇÃO

“Estou sem armário, o rato já acabou com metade da comida”, diz moradora de município afetado por chuvas na Mata Sul

Três meses após chuvas na Mata Sul e Agreste, atingidos tentam se reerguer

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 31/08/2017 às 21:39
Leitura:

Imagem

A reportagem da Rádio Jornal voltou a Rio Formoso, na Zona da Mata Sul, que segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) foi o município mais afetado pelas chuvas de maio deste ano. Boa parte parte da população perdeu os pertences na enchente que tomou conta do município. Passados três meses do ocorrido nem todos os moradores tiveram condições de reestruturar as residências deles, como é o caso de Mirian “eu estou sem armário, botando comida dentro da caixa, o rato já acabou com metade da comida”. Ela mora com o marido e três filhos pequenos no Centro de Rio Formoso. A moradora recebe ajuda de terceiros para alimentação da família. Mirian não conseguiu recuperar o que foi perdido com as chuvas.

Confira os detalhes da visita da nossa reportagem ao município com Juliana Oliveira:

Leia também:

»Moradores de Rio Formoso denunciam má distribuição de cestas básicas

»Um mês após chuvas fortes, Rio Formoso padece sem serviços essenciais

Imagem

Alguns moradores já organizaram as residências

Parte dos rio-formosenses conseguiram organizar as residências e voltar a rotina. “Para mim está sendo bom, não deu mais cheia, já está tudo enxutinho”, comentou Manoel Getúlio morador da Rua da Lama localizada no município. Ele foi um dos afetados pelas chuvas que atingiram o estado, após perder quase tudo o que tinha, Manoel conseguiu organizar, com móveis e outros pertences, a casa dele.

Mais Lidas