INVESTIGAÇÃO

Polícia divulga retratos falados de suspeitos de atirar em jornalista

O jornalista Alexandre Farias foi baleado quando voltava para casa, na noite do sábado (16), em Caruaru. Ele está internado e o estado de saúde é grave

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 18/09/2017 às 14:29
Leitura:

Imagem

A Polícia Civil de Pernambuco divulgou na manhã desta segunda-feira (18) os retratos falados dos suspeitos de balear o jornalista Alexandre Farias, no sábado (16), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A vítima foi atingida durante uma perseguição policial no Alto do Moura, no momento em que voltava para casa.

Durante a coletiva, o chefe da Polícia Civil em Pernambuco, Joselito Amaral, informou que cinco pessoas participaram do tiroteio e duas delas foram identificadas por testemunhas. O carro, modelo Corola, utilizado pelos suspeitos era roubado. “Esses assaltantes serão indiciados por assalto, roubo qualificado, porque usaram mediante violência e grave ameaça subtraíram o Corola; atropelaram três pessoas, responderão por lesão corporal gravíssima; e quanto ao jornalista responderão por tentativa de homicídio”, explicou.

Segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Unimed, o estado de saúde do apresentador do ABTV 2ª Edição da TV Asa Branca é grave, mas estável.

Confira os detalhes:

Entenda o caso

Imagem

O jornalista estava voltando das compras em um supermercado quando foi baleado dentro de seu carro. Ele estava a caminho de casa, no bairro do Alto do Moura, quando ficou no meio de um tiroteio causado por uma perseguição policial contra supostos bandidos que estariam em um carro roubado.

Na perseguição dois socorristas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), que atendiam uma vítima de um acidente de trânsito nas proximidades, foram atropelados pelos fugitivos.

Os dois socorristas Josimere Barbosa da Silva Nascimento, de 36 anos, e Valderi Antônio do Nascimento foram levados para o Hospital Regional do Agreste (HRA) e não correm risco de morte. SDS designa delegado especial

SDS designa delegado

O delegado Bruno Vital foi designado para investigar o caso envolvendo o jornalista. A SDS pede ajuda da população, caso tenha informações que auxiliem o trabalho dos investigadores.

A sociedade pode ligar para o Disque-Denúncia Agreste, através do telefone é (81) 3719 4545. Em entrevista coletiva neste domingo (17), o delegado falou que o caso está sendo priorizado.

Mais Lidas