Temer

Na ONU, Temer repudia testes nucleares da Coreia do Norte

Presidente disse que o Brasil condena 'com veemência' os atos da Coreia do Norte em testes nucleares

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/09/2017 às 12:10
Leitura:

Imagem

Em discurso realizado na sede da ONU, nesta terça-feira (19), o presidente Michel Temer afirmou que o Brasil 'condena com veemência' os testes nucleares realizados pela Coreia do Norte nas últimas semanas. Temer considerou uma “grave ameaça” os mísseis disparados por Kim Jong-Un.

Temer também destacou a assinatura, amanhã (20), do Tratado para a Proibição das Armas Nucleares, proposto por Brasil, México, Nigéria, África do Sul, Áustria e Irlanda e concluído em julho deste ano. O Brasil é um dos 26 países que devem ratificar o tratado – que só entra em vigor depois da assinatura de, pelo menos, 50 nações.

Ainda no âmbito da paz e segurança globais, o presidente mencionou as negociações para a paz entre Israel e Palestina, que encontram-se paralisadas, e reafirmou a posição do Brasil de defender a solução de dois estados. Sobre a Síria, Temer afirmou que “a solução que se deve buscar é essencialmente política”. Ele ainda falou sobre terrorismo, e disse que é um “mal que se alimenta dos fundamentalismos e da exclusão”.

Mais Lidas