CARUARU

Quinto suspeito de tiroteio que deixou jornalista baleado é preso

O homem foi encontrado escondido em uma casa em Caruaru; o caso aconteceu no sábado (16) e o jornalista encontra-se em coma induzido

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/09/2017 às 16:47
Leitura:

Imagem

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu o quinto suspeito de envolvimento no tiroteio que deixou o jornalista Alexandre Farias ferido, no último sábado. Ele estava escondido em uma casa no bairro José Carlos de Oliveira, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Com ele, foram apreendidas duas armas: uma pistola e um revólver. O dono da casa em que o suspeito foi encontrado também está sendo autuado por associação criminosa.

O preso será levado para Diretoria Integrada do Interior 1 (Dinter 1), na BR 104, ao lado da Rodoviária de Caruaru, para prestar depoimento e, nesta quarta-feira (20), será apresentado em audiência de custódia. Os delegados e o chefe de polícia vão conceder entrevista coletiva no local em seguida.

Relembre o caso

No último sábado (16) o jornalista Alexandre Farias, 39 anos, foi atingido por um tiro na cabeça quando voltava para casa, no
Alto do Moura, em Caruaru, no Agreste do Estado. A bala partiu de uma troca de tiros entre a polícia e os criminosos. O profissional foi atingido no olho direito.

Na fuga, os criminosos ainda atropelaram dois socorristas do Samu e uma pessoa que recebia o atendimento da equipe após um acidente de trânsito.

Nesta terça-feira (19), um novo boletim médico divulgado pelo hospital em que o jornalista está internado relata uma
melhora no quadro clínico. Mesmo assim, Alexandre, que passou por cirurgia ainda no sábado, segue em coma induzido no
Hospital da Unimed em um situação considerada grave pelos médicos. Segundo o hospital, a pressão intracraniana do
apresentador da TV Asa Branca, filiada da Rede Globo em Caruaru, diminuiu.

Nesta segunda-feira (18), a polícia já havia prendido José Ranieri de Oliveira Simões, de 32 anos, Vagner Santos Figueiredo, de 30, e Victor Luiz Bezerra da Silva, 20, além de uma mulher que dava cobertura aos suspeitos. Um outro suspeito foi morto durante troca de tiros com a polícia. Igor Alves do Nascimento era integrante do PCC.

Confira as informações com Givanildo Silveira:

Mais Lidas