ZONA SUL

Entra Apulso: Moradora cobra presença do poder público e diz que governo só vê violência

Nesta quinta-feira, os moradores da comunidade Entra Apulso, em Boa Viagem, realizam um ato por mais paz na localidade

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 21/09/2017 às 15:39
Leitura:

Imagem

Moradores da comunidade Entra Apulso, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, realizam um ato na tarde desta quinta-feira (21) pedindo mais paz na localidade. No domingo (17), a região virou manchete dos jornais após um carro ser incendiado com dois corpos dentro.

O ato já percorre as ruas da comunidade e teve início às 16h, em frente à Creche Comunitária de Entra Apulso, que é mantida por comerciantes locais e empresas privadas. Os moradores foram convidados a vestirem branco e marchar por dias mais tranquilos.

A repórter Clarissa Siqueira acompanha o ato:

A moradora Roberta Cavalcanti fala sobre a manifestação e pede a presença do poder público. “A gente não tem saúde de qualidade, educação, área de lazer, esportes, a creche não comporta todas as crianças que precisam. É um total abandono por parte dos poderes públicos”, pediu Roberta. “Só visualizam essa violência que todos têm conhecimento”, criticou.

Confira a entrevista completa:

Ela se queixa de um processo de reintegração de posse que os moradores estão sofrendo. “Pessoas que estão no terreno há mais de 16 anos a qualquer momento podem perder suas moradias para a especulação imobiliária”, destacou.

Duplo homicídio

No domingo (17), por volta das 18h, os moradores da Entra Apulso testemunharam mais uma cena de violência extrema. Quatro homens armados atearam fogo em um veículo no bairro de Boa Viagem com duas pessoas dentro. As vítimas estavam mortas antes do início das chamas. A polícia trabalha com a hipótese de disputa de território.

Mais Lidas