ACIDENTE

Pedreiro que morreu em deslizamento de barreira é sepultado no Recife

O acidente aconteceu no momento em que o pedreiro realizava trabalhos na barreira. A área não era considerada de risco, mas a construção era irregular

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/09/2017 às 15:29
Leitura:

Imagem

O pedreiro Gerson Mendes Matias, de 52 anos, foi sepultado na tarde desta quarta-feira (27) no Cemitério de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife. O homem morreu nesta terça-feira (26) após uma barreira deslizar e cair sobre ele na Rua Nicolau Jerônimo de Barros, no bairro da Macaxeira.

O acidente aconteceu durante a tarde quando pedreiros trabalhavam no nivelamento da área que deslizou. No local, seria construída uma residência a pedido de um dos sobrinhos dos trabalhadores, que mora em uma casa em cima. As obras foram iniciadas dois dias antes.

Várias pessoas tentaram socorrer o pedreiro Gerson Mendes e o outro pedreiro que estava na obra tentou socorrer a vítima, mas os esforços foram em vão.

Os detalhes no flash de Clarissa Siqueira:

O irmão do pedreiro disse que Jerson trabalhava há anos na profissão e que foi uma fatalidade o ocorrido. Os parentes preferiram não conversar com a imprensa.

Construção irregular

Em nota, a Defesa Civil do Recife informou que a construção era irregular. Confira a nota completa:

A Defesa Civil do Recife informa que o deslizamento de barreira ocorrido na Rua Nicolau Jerônimo de Barros, no bairro da Macaxeira, Zona Norte do Recife, foi causado por uma intervenção irregular na barreira para construção de imóvel, incluindo o uso de máquinas. Uma das pessoas envolvidas na obra, identificada como Gerson Mendes Matias, foi atingido pelo deslizamento e faleceu no local. A área não era considerada de risco. Com o incidente, parte do imóvel localizado na parte superior da barreira foi isolada e está sendo monitorada pela Defesa Civil.

Mais Lidas