HOMENAGEM

Dia dos animais é celebrado no Recife

04 de outubro dedicado a São Francisco de Assis, considerado padroeiro dos animais. Para ele a relação com os bichinhos deveria ser de irmandade

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 04/10/2017 às 14:17
Leitura:

Imagem

O dia 04 de outubro é dedicado a São Francisco de Assis, padroeiro dos animais, por isso neste dia também é comemorado o dia mundial dos animais. Na paróquia de Casa Forte, na Zona Norte do Recife, os bichinhos vão contar com uma programação especial em alusão ao dia de São Francisco.

Até às 8 da noite o Padre Deyvison Soares vai realizar a benção comunitária dos pets e doações de ração para o grupo Gatinhos Urbanos, que resgata animais em situação de risco. O religioso acredita na importância de se comemorar este dia e diz que os Homens precisam ter uma atitude de mais cuidado e amor com os animais, e não agir com eles como se fossem objetos que precisam de donos e ressalta que “mergulhar na vida de são Francisco é mergulhar no olhar de Deus para com a humanidade”.

A Secretaria de Direitos dos Animais do Recife vai estar presente durante a benção comunitária dos animais, na Paroquia de Casa Forte, para vacinar os animais gratuitamente. Já a agência estadual de meio ambiente, CPRH, vai atuar no local recebendo doações voluntarias de animais silvestres, que são aqueles que não podem ser domesticados e precisam voltar para natureza.

A repórter Jéssica Lima traz os detalhes da celebração:

SÃO FRANCISCO DE ASSIS

Francisco nasceu em Assis, em Úmbria, na Itália, no ano de 1182. De origem rica, ele teve uma juventude cheia de vaidades e luxos, mas aos 24 anos decidiu abdicar de tudo, depois de ter passado um tempo preso e não sentir mais prazer pela vida boemia que levava. Um tempo depois ao entrar em uma igreja em ruínas disse ouvir o chamado de Jesus e resolveu vender seus bens para reformar o local, sendo por isso deserdado pelo pai. Francisco juntou um grupo de homens e passaram a pregar por diversas partes do mundo, estando sempre rodeado de pássaros e outros animais, a quem considerava irmãos.

Mais Lidas