Internacional

Grávida quase morre após 'chute' de bebê romper o útero

Exame de imagem confirmou o rompimento do útero da mulher, em uma abertura de sete centímetros por onde passava a perna da criança

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/10/2017 às 10:41
Leitura:

Imagem

Um mulher grávida de 8 meses, identificada como Zheng, quase perdeu o bebê e morreu por um motivo inusitado em Pequim, na província de Shezhen, na China. Após acordar com fortes dores abdominais, um exame de imagem realizado no Hospital Universitário da cidade identificou que uma das pernas da criança estava fora do útero, alterando a pressão sanguínea, respiração e pulsação da mulher.

O caso foi noticiado pelo hospital em rede social chinesa chamada de 'Weixin'. A suspeita dos médicos é de que a ruptura teria sido causada por um "chute" do bebê. O caso colocou a gravidez de Zheng como de risco, por isso ela foi encaminhada diretamente para o bloco cirúrgico para realiza uma cesariana de emergência.

Os médicos realizaram o procedimento sem maiores problemas e a mãe e o bebê passam bem. Durante a cirurgia também foi detectada uma forte hemorragia interna e confirmada a suspeita de rompimento do órgão, que apresentava uma abertura de sete centímetros por onde passava a perna da criança.

Rompimento do útero é um caso raro

O rompimento do útero é um caso raro em todo o mundo. Cerca de 0,07% de todos os quadros de gravidez apresentam essa complicação, que é mais comum em mulheres que já realizaram uma cesariana, justamente por conta do enfraquecimento do órgão.

Mais Lidas