Honestidade

Honestidade de criança emociona eletricista que cortou luz de casa por pagamento atrasado

Caso foi relatado na página pessoal do técnico eletricista João Neto, 57, e viralizou nas redes sociais

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/10/2017 às 11:52
Leitura:

Imagem

O relato de um técnico eletricista de uma geradora de energia ganhou a internet esta semana. João Neto, 57, relatou em sua página no facebook o momento que teve que ir a uma residência em sua cidade para cortar a energia elétrica por falta de pagamento, em um texto intitulado "Ainda bem que você veio".

Ao chegar na residência, a moradora informou que o pagamento seria realizado no dia 9, dia em que recebe o seu salário. João retrucou: "mas hoje é dia 9", para a surpresa da mulher. João ainda informou que se o pagamento fosse feito ainda no dia e comunicado a empresa até às 18h, ele mesmo voltaria para fazer o religamento.

Após desligar a luz da residência, o técnico eletricista foi abordado por um menino da casa, chamado de Eugênio, que lhe pediu R$ 1,00. Ao invés disso ele deu R$ 5,00 e pediu para que a quantia fosse dividida com as outras irmãs. Ao fim da tarde, quando a conta foi paga a ordem de religamento foi dada pela empresa geradora de energia, as crianças o receberam na mesma casa.

"Bem de tardezinha caiu a religação da casinha de madeira torta... Segui pra lá... Eu tinha o dever de devolver luz para aquela criançadinha, era, pra mim, o momento da redenção. Ao ouvir o barulho da camionete, todos saíram eufóricos. O menino (Eugênio) vem até mim e diz todo alegrinho: Ainda bem que você veio!", relatou João Neto em seu texto.

O eletricista foi surpreendido pela atitude do garoto, que o devolveu R$ 2,00 como troco pelo dinheiro dado mais cedo. "Não, não quero troco. Era tudo de vocês! Pode ficar para vocês!". "Naquele instante, ao me devolver 2 reais "Geninho" estava me mostrando o maior exemplo de honestidade e responsabilidade que eu já tinha visto na vida", disse ainda João.

Confira o relato na íntegra

Mais Lidas