ABSOLVIDA

Ex-ministra de Dilma é absolvida em processo movido por Alexandre Frota

Eleonora Menicucci teria criticado uma visita de Alexandre Frota ao Ministro da Educação, Mendonça Filho. Ele acabou não gostando e acionando a Justiça

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 24/10/2017 às 14:10
Leitura:

Imagem

A ex-ministra Eleonora Menicucci, que comandou a Secretaria de Política para as Mulheres da ex-Presidente Dilma, foi absolvida em segunda instância da condenação de pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais ao ator Alexandre Frota, na manhã desta terça-feira (24).

Frota resolveu processar Eleonora depois que ela criticou a visita dele ao ministro da Educação, Mendonça Filho, em maio do ano passado. A ex-ministra havia perdido em primeira instância e recorreu do resultado.

Leonora acusou Frota de fazer apologia ao crime de estupro em rede nacional. O ator contou em um programa de Tv como fez para ter relações sexuais com uma mulher desacordada.

Tanto Alexandre Frota, quanto militantes estiveram presentes no Fórum João Mendes, no Centro de São Paulo. Eles protestaram e chegaram a discutir.

Reação

Depois do resultado o ator publicou um vídeo em sua rede social em que disse que foi julgado por razões políticas, que de acordo com ele o juiz seria “ativista e integrante do movimento gay”. Ele ainda prometeu que vai entrar com recurso no STF contra decisão.

Mais Lidas