Pedido negado

Goleiro Bruno tem pedido de redução de pena negado na justiça

Ex-goleiro foi preso em 2013 pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/10/2017 às 13:08
Leitura:

Imagem

O ex-goleiro Bruno Fernandes teve pedido de revisão de pena negado pela justiça na manhã desta quarta-feira (26). Ele é acusado de ter matado Eliza Samudio e foi condenado com cerca de 20 anos de prisão. A intenção da defesa do ex-jogador de futebol era reduzir a pena em até 18 meses.

A tese da defesa não foi aceita pela 4º Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Bruno já havia sido beneficiado pela prescrição do crime de ocultação de cadáver, com a pena reduzida em dois anos. Desde então, acusado vem sendo liberado do presídio de Varginha, onde é interno, para dar aulas de futebol em uma entidade.

Bruno foi condenado em 2013 por homicídio triplamente qualificado da ex-namorada, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado do filho do casal.

Mais Lidas