Pernambuco

O preço de morrer: quanto custa ser enterrado no Recife?

O preço dos enterros variam muito entre os cemitérios públicos e privados do Estado

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 01/11/2017 às 12:07
Leitura:

Imagem

Com a chegada do Dia de Finados, a atenção das pessoas volta a ser direcionada para os cemitérios. Muita gente aproveita a data para visitar os túmulos de parentes e amigos. Mas qual o preço de um enterro hoje em dia? A Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) é a responsável pelos cinco cemitérios públicos do Recife. O diretor administrativo da empresa Adriano Freitas explica os valores.

“O sepultamento em gaveta custa em média R$ 150 e em cova R$20. O velório popular custa R$5 e o normal R$150. Então no total o valor mínimo fica por R$ 25 ao cemitério. Claro que aí ainda tem o custo da funerária, mas isso é um certo da família com a empresa”, disse Adriano.

CEMITÉRIOS PRIVADOS

Esse valor pode ser bem mais alto nos cemitério privados, como no Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. O gerente do cemitério Antônio Ricardo Santos deu os detalhes. “Nós temos jazigos a partir de R$11,6 mil até R$23 mil, isso depende da quantidade de gavetas e do setor que está localizado”, disse Antônio.

No local ainda é disponibilizado o serviço de cremação pelo valor de R$ 5 mil em média. A novidade é que a sala onde ocorre a cerimônia conta agora com modernos recursos de vídeo, som e iluminação. “A gente pensou na forma mais digna de fazer essa despedida do ente querido. E aí tudo foi pensando aplicando a psicologia do luto para que a gente possa trazer mais conforto as famílias nesse momento”, afirmou o supervisor do Morada da Paz, Eduardo Almeida.

Mais Lidas