Prêmio

Pernambucana explica tese de doutorado em videoclipe e ganha prêmio

Natália Oliveira teve 78% dos votos após explicar sua tese de doutorado em videoclipe e vencer prêmio da revista Science

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 01/11/2017 às 14:34
Leitura:

Imagem

A pernambucana Natália Oliveira ganhou um prêmio da revista Science, uma das mais importantes publicações na área, ao explicar sua tese de doutorado em um videoclipe dançante. Na categoria 'Química', a brasileira teve o vídeo mais assistido entre todos os 12 participantes, angariando 78% de todas as visualizações.

O concurso chamado "Dance seu PhD" existe há mais de 10 anos e o objetivo é estreitar laços da ciência com o público. A revista Science lançou esta categoria juntamente com a Associação Americana para Serviço da Ciência (AAAS, em inglês). O objetivo é divertir e informar ao mesmo tempo, contanto que o autor da pesquisa participe do vídeo.

O trabalho da pernambucana abordava os biossensores para identificar fluídos corporais em cenas do crime e Natália utilizou o seu laboratório e as ruas do Recife para uma produção de cinco minutos fazendo referências à série CSI e aos bailes de drag queen em Nova York na década de 1980. Ela foi a única brasileira entre os finalistas.

Ideia partiu do meio acadêmico

A ideia de participar do concurso aconteceu por meio de uma sugestão de um professor que conhecia o envolvimento de Natália com o teatro. Ela abraçou a ideia e levou até um grupo de dança da capital pernambucana. O Vogue, ritmo escolhido, viveu o auge na década de 1980 nos EUA e o documentário se inspirou no documentário Paris Burning (1990).

Mais Lidas