FEMINICÍDIO

Jovem é assassinada após dar carona combinada em grupo do WhatsApp

A radiologista e vendedora Kelly Cristina, de 22 anos, estava desaparecida desde a tarde última quarta-feira (01). O corpo dela foi encontrado seminu

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 02/11/2017 às 23:14
Leitura:

Imagem

O assassinato da radiologista e vendedora mineira Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, é mais um caso de violência contra a mulher que entra para as estatísticas de feminicídio no Brasil. Desaparecida desde o final da tarde da última quarta-feira (01), ela havia combinado com um casal, em um grupo de caronas no WhatsApp, oferecer uma viagem de Guapiaçu, no interior de São Paulo, com destino a Itagagipe em Minas Gerais - onde visitaria o namorado, o engenheiro civil Marcos Antônio da Silva.

Segundo a Polícia Civil, informações preliminares dão conta que Kelly teria acertado carona a um casal e de última hora uma mulher teria desistido da viagem e ela seguiu apenas com o homem.

A família de Kelly se mobilizou em buscas pela jovem

O último contato que a família teve com a jovem foi quando Kelly parou para abastecer o carro no início da noite de ontem em um posto de combustíveis próximo ao município de Nova Granada, perto da fronteira com Minas Gerais. Amigos, familiares e policiais se mobilizaram nas buscas.

O carro dela foi encontrado depenado entre as cidades de Mirassol e Mirassolândia na manhã desta quinta-feira (02). "Minha cunhada deu carona para uma pessoa do grupo. Era um rapaz que se identificou como João. Ela nos contou que iria pegar este rapaz que pediu carona, lá perto da Praça Cívica e seguiu viagem. O último contato foi quando ela estava perto de Nova Granada, às 19h", explicou o cunhado da vítima Danilo Albertone Ribeiro ao Diário da Região.

Imagem

Suspeito passa no pedágio dirigindo o carro da jovem

Quando Kelly seguia no sentido Itagagipe, câmeras de segurança do posto de cobrança de pedágio registraram imagens da jovem ao votante. Depois de um tempo, um homem aparece ao volante dirigindo o veículo no sentido oposto. O carro dela foi abandonado sem as quatro rodas.

O corpo da jovem foi encontrado seminu

O corpo de Kelly Cadamuro foi encontrado na tarde desta quinta-feira em um córrego que fica próximo a uma usina entre os municípios mineiros de Frutal e Itapagipe. Kelly estava vestida apenas com uma blusa, a calça que ela usava foi encontrada cerca de 3km do corpo. A polícia afirma que será investigado se a jovem foi estuprada. "O corpo estava em um local de terra e água, o que dificulta a identificação", explicou o delegado da Polícia Civil de Frutal, Bruno Giovanini de Paula.

Polícia prende o assassino

Um homem identificado como Jonathan Pereira do Prado foi preso na noite desta quinta pela Polícia Militar de Rio Preto no bairro Santo Antônio. Segundo informações da Folha Regional ele confessou ter assassindado a jovem Kelly Cristina, encontrada com sinais de estrangulamento.

Grupos de Carona

Várias pessoas se reúnem em grupos de carona compartilhada no Facebook e WhatsApp para economizar com o custo da passagem para grandes percursos. Geralmente as pessoas que ofertam a carona pedem uma colaboração no combustível. É acertado no número de vagas disponíveis no veículo e o horário de saída para a viagem.

[GALERIA]

Mais Lidas