PERNAMBUCO

Em Pernambuco, família procura jovem desaparecido após pegar carona

Arthur Silva Monteiro está desaparecido desde o último sábado (4), quando pegou a carona com destino ao município de Caruaru, no Agreste de Pernambuco

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 06/11/2017 às 16:15
Leitura:

Imagem

Familiares de um jovem de 26 anos estão preocupados com o seu desaparecimento. O estudante de administração Arthur Silva Monteiro está desaparecido desde o último sábado (4), quando saiu da casa onde mora, no bairro de Dois Irmãos, na Zona Oeste do Recife, com destino a Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

De acordo com os pais do estudante, Arthur combinou uma carona através de um aplicativo para assistir a um show de Vanessa da Mata no sábado (4). Ainda conforme os parentes, o jovem deveria ter voltado no domingo, mas ainda não deu notícias.

A prima do desaparecido Débora Silva disse que Arthur deixou a casa onde mora com os pais por volta das 18h. “A gente entrou em contato com alguns amigos dele, mas ninguém tem notícia dele. Ele foi através de um aplicativo de carona compartilhada e até agora a gente não tem notícias”, contou.

Segundo ela, os amigos de Arthur desistiram de ir ao show e ele decidiu ir sozinho. O pai de Arthur conta que o filho é um rapaz tranquilo. "É um rapaz tranquilo, de casa para o trabalho, faculdade. A gente liga para o celular dele e é desligado direto. A gente fica apreensivo, sem saber notícias", conta Marcelo Brás, pai de Arthur.

Os pais e amigos do universitário procuraram o Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) para registrar o caso nesta segunda-feira (6), quando, inclusive, é comemorado o aniversário do desparecido.

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

Jovem morta após carona

Na semana passada, uma jovem de 22 anos foi morta após oferecer carona a um homem. O assassinato da radiologista e vendedora mineira Kelly Cristina Cadamuro é mais um caso de violência contra a mulher que entrou para as estatísticas de feminicídio no Brasil.

Desaparecida desde o final da tarde da última quarta-feira (01), ela havia combinado com um casal, em um grupo de caronas no WhatsApp, oferecer uma viagem de Guapiaçu, no interior de São Paulo, com destino a Itagagipe em Minas Gerais - onde visitaria o namorado, o engenheiro civil Marcos Antônio.

Ela foi estrangulada pelo carona, um criminoso que estava foragido da prisão. Conforme o namorado, Marco Antonio da Silva, Kelly estava acostumada a viajar e compartilhar carona, mas geralmente mandava para ele uma foto da pessoa que iria acompanhá-la. Dessa vez, segundo ele, foi uma moça que ligou combinando a viagem para um casal - ela e o namorado. Na hora, apenas o rapaz apareceu.

Mais Lidas