Com 8 gramas de maconha, idosa de 73 anos é presa por tráfico

A idosa foi presa dentro de casa na cidade de Arcoverde. Ela não tem antecedentes criminais

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 08/11/2017 às 13:47
Leitura:

Imagem

Uma idosa de 73 anos foi presa em flagrante por tráfico de drogas em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, a mulher já era investigada há cerca de 30 dias. Na casa dela, foram encontrados oito gramas de uma substância que os policiais acreditam ser maconha.

Maria José da Conceição foi presa na casa dela na manhã desta quarta-feira (8) no bairro de Sucupira. Ela era um dos alvos da operação Força no Foco da Polícia Civil em parceria com a Polícia Militar que investiga o tráfico de drogas em Arcoverde e que prendeu outras três pessoas, além da idosa.

De acordo com o delegado de Arcoverde, Henrique Paiva, apesar da pequena quantidade de entorpecente, há indícios de que a mulher se trata de uma "pequena traficante".

"Nosso setor de inteligência recebeu informações de que a mulher praticava o tráfico. Então, solicitamos mandado de busca e apreensão que foi deferido pela Vara Criminal de Arcoverde. Portanto, ainda que a quantidade de droga encontrada seja diminuta, diante do contexto de tráfico confirmado pelo setor de inteligência, ela foi autuada em flagrante", explicou Henrique Paiva.

Questionado sobre quais indícios levaram a Polícia Civil a começar as investigações contra a idosa, o delegado afirmou que as investigações ainda não foram concluídas e que não pode passar todas as informações referentes ao caso. "São detalhes específicos dos setores de inteligência que envolvem informantes", disse Paiva que continuou afirmando que "a partir dessas prisões em flagrante, as investigações vão adiantar para a gente verificar quem seria o fornecedor desses pequenos traficantes".

O que ainda falta esclarecer

A Polícia Civil ainda não explicou como esta suposta traficante agia. De acordo com Henrique Paiva, ainda não há informações sobre se Maria José está ligada a outros traficantes. "O comércio de drogas hoje não se dá, especificamente, na casa do traficante. Então nenhum traficante guarda droga em casa". Além dos oito gramas da substância encontrada na casa da idosa, não foi encontrada mais nenhuma quantidade atribuída à suspeita.

A operação foi coordenada pelo delegado Antônio Júnior de Lima e Silva, chefe da 19ª Delegacia Secciconal de Polícia. Procurado, o Antônio Júnior confirmou o entendimento do delegado Henrique Paiva de autuar a idosa em flagrante, apesar da pequena quantidade de entorpecente encontrado. "Ela já era conhecida pelo setor de inteligência. O que queríamos era apenas a materialidade do fato", explicou.

A idosa foi autuada em flagrante e será encaminhada à audiência de custódia ainda nesta quarta-feira (8) na cidade de Arcoverde. Na audiência, a Justiça deve determinar se a mulher responderá ao processo em liberdade ou presa. De acordo com os investigadores, Maria José não tem antecedentes criminais.

Mais Lidas