protestos

Manhã de protestos por moradia interdita pontos da RMR

Manifestantes também estiveram presentes em frente a Prefeitura do Recife em adesão ao Dia Nacional de Luta pela Moradia

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 08/11/2017 às 12:03
Leitura:

Imagem

Grupos realizam protestos por moradia popular nesta quarta-feira (8) na Região Metropolitana do Recife (RMR). Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) Pernambuco, além de outros movimentos ligados à causa, realizam uma manifestação. O ato acontece na Avenida Cais do Apolo, no sentido Centro, próximo à Prefeitura do Recife, na área Central da cidade. O trânsito está bastante lento no local devido ao protesto.

Os integrantes do MTST ameaçaram entrar na Prefeitura do Recife caso não forem atendidos pelo prefeito Geraldo Julio. "Vamos ficar aqui próximo a esta grade. Se ele demorar a nos atender nós vamos entrar e o que acontecer com a gente vai ser de responsabilidade do prefeito", comentou um dos líderes do movimento. O Batalhão de Choque foi acionado e está no local.

Saiba mais com a repórter Juliana Oliveira

Praça do Derby

Um outro grupo de manifestantes faz uma passeata na Avenida Agamenon Magalhães, no bairro do Derby, também na área Central do Recife. Os integrantes do ato passam em frente à Praça e seguem por uma das faixas da pista principal, no sentido Boa Viagem. O protesto faz parte do Dia Nacional de Mobilização contra os cortes na habitação.

Cabo de Santo Agostinho

Manifestantes do Movimento Metropolitano por Moradia Popular fizeram um protesto na BR-101, no Cabo de Santo Agostinho. Eles cobram ao prefeito Lula Cabral (PSB) construções de moradias populares na cidade. O ato contou com o apoio da militância de outros dois municípios, Ipojuca e Jaboatão dos Guararapes, também da RMR. No protesto, os manifestantes bloquearam as pistas dos dois sentidos com fogo e pneus. Por volta das 10h20, o Corpo de Bombeiros esteve no local e apagou o fogo, liberando o trânsito na via. Os integrantes do movimento pretendem seguir para a sede municipal do Cabo de Santo Agostinho, onde pretendem dialogar com o prefeito.

[GALERIA]

Avenida Agamenon Magalhães

Um outro grupo protestou no cruzamento da Avenida Agamenon Magalhães com a Rua Odorico Mendes, no bairro de Campo Grande, na Zona Norte do Recife, também na manhã desta quarta por moradia. Os manifestantes fecharam a via, no sentido Boa Viagem e colocaram fogo em pneus e entulhos. O ato acontece próximo à Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab). O Corpo de Bombeiros foi acionado e apagou o fogo. A manifestação durou cerca de 30 minutos.

Saiba que pontos evitar no trânsito do Grande Recife

Mais Lidas