DEMISSÃO

Bruno Araújo (PSDB) pede exoneração do Ministério das Cidades

O agora ex-ministro das Cidades, Bruno Araújo, citou em carta direcionada ao presidente Michel Temer pressão sofrida no PSDB

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 13/11/2017 às 17:03
Leitura:

Imagem

O pernambucano Bruno Araújo (PSDB) pediu exoneração do cargo de ministro das Cidades do governo Michel Temer (PMDB). A saída foi anunciada nesta segunda-feira (13). O tucano é deputado federal licenciado e deve reassumir o posto na Câmara Federal após deixar a pasta.

Em carta direcionada a Temer, Bruno cita que o que o motivou a deixar o ministério foi a pressão do PSDB, que já há algum tempo estuda deixar a base de apoio do Governo Federal.

"Agradeço a confiança do meu partido, no qual exerci toda a minha vida pública, e já não há mais nele apoio no tamanho que permita seguir nessa tarefa", disse o agora ex-ministro no comunicado.

No documento, Bruno Araújo ainda ressalta as conquistas alcançadas durante sua passagem pelo ministério e agradece ao presidente e à equipe com a qual trabalhou. "Preciso agradecer o apoio de toda nossa competente equipe nessas realizações, e de modo especial a sua confiança, que de trato sempre dalgo e republicano, permanentemente nos deu autonomia em busca da melhor entrega possível à população brasileira", pontuou.

Confira a carta completa:

Mais Lidas