ESPERANÇA

Mãe de menino Carlinhos acredita que sofrimento está prestes a acabar

Claudia Boudox viajou para a Argentina nesta quarta-feira para participar de nova audiência; Carlinhos foi levado pelo pai em dezembro de 2015

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/11/2017 às 16:16
Leitura:

Imagem

Após quase dois anos na esperança em rever o filho, a fisioterapeuta Claudia Boudox, mãe do menino Carlinhos, embarcou para a Argentina na manhã desta quarta-feira (22). Acompanhada de uma defensora pública e uma psicóloga, ela participa de mais uma audiência do processo de restituição do menino ao Brasil.

Cláudia esteve no país no último mês de junho para a primeira audiência, que teve o parecer favorável a ela, mas o pai recorreu a decisão. Agora, a mãe de Carlinhos participa de outra sessão que corre em segunda instância, e que poderá ser decisiva para definição da guarda da criança. Carlinhos e o pai, Carlos Attias Boudoux, serão ouvidos novamente.

Ela afirma que tem esperança que a distância do filho está chegando ao fim. "Eu tenho muita fé que isso tudo está acabando. Que esse sofrimento tanto meu quanto de Carlinhos está acabando", falou a mãe.

Carlinhos tem 10 aos e foi levado pelo pai argentino em 2015. Segundo a mãe, o garoto vem sofrendo alienação parental.

Confira os detalhes na reportagem de Jéssica Lima:

Audiência

O acompanhamento do caso conta com a atuação do governo do estado de Pernambuco, através da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos. A secretária executiva de Justiça, Mariana Pontual, fala sobre a ajuda dada à mãe.

A audiência será nesta quinta-feira (23), no Fórum de Buenos Aires. Cláduia Budoux retorna ao Vrasil na sexta-feira (24).

Caso Carlinhos

O menino foi levado ilegalmente no fim do ano passado pelo pai, o empresário argentino Carlos Attias. A última vez em que foi visto pela família brasileira foi no dia 25 de dezembro de 2015.

Segundo a mãe da Carlinhos, um oficial de Justiça chegou na noite de Natal à casa dela, no bairro de Boa Viagem, Zona Sul
do Recife, com um mandado para que dois filhos, o menino e uma menina de 10 anos, fossem para casa do pai, com previsão
para retornar dois dias depois, o que não aconteceu.

Sem encontrar os filhos nem conseguir contato com o ex-marido, Cláudia procurou a Justiça. Carlos Attias conseguiu o direito de passar a virada do ano com os dois filhos, com previsão de entregá-los à mãe no dia 2 de janeiro. A filha do casal foi trazida de volta, mas desde então não houve mais notícias sobre o paradeiro de Carlinhos.

Mais Lidas