Entrevista

Para Constantino Júnior, Santa Cruz não é um clube inviável

Dirigente coral afirmou que, apesar do mau momento vivido e da crise financeira, o Santa Cruz é um clube viável

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/11/2017 às 14:15
Leitura:

Imagem

O dirigente de futebol e vice do Santa Cruz, Constantino Júnior, afirmou que, mesmo com o mau momento vivido e diante de uma crise financeira, o clube não é 'inviável' e a gestão que assumir para o próximo mandato no executivo coral terá de 'arregaçar as mangas' para colocar os tricolores nos trilhos.

Em entrevista à Rádio Jornal, Tininho ainda relembrou o momento que chegou ao time, no final de 2010 visando uma vaga na Série D. "Num primeiro momento você escuta um bombardeio negativo. Para quem entrou como a gente, no final de 2010, com inúmeras dificuldades, aí sim não pensávamos em ter essa força. O clube buscando uma vaga para a Série D, sem ficar entre os 4 do pernambucano e acabou sendo tri e campeão do Nordeste e Série C. Tenho confiança de que a próxima gestão possa fazer isso, tem que arregaçar as mangas. É importante ter confiança. Quando vem o sucesso, é maior do que nos outros clubes, e as dificuldades também".

Constantino Júnior fora do Santa Cruz

Depois de sete anos, o maior vencedor entre os diretores de futebol de Pernambuco na última década vai deixar o comando do Santa Cruz. Em entrevista ao JC, Constantino Júnior (Tininho) confirmou que, a partir de 2018, independentemente do resultado da eleição de dezembro, não estará mais ligado à cúpula coral. Um novo marco para o Santa, rebaixado matematicamente sábado, após a derrota para o Boa Esporte.

Mais Lidas