Europa

Bolsa Família da Itália entra em vigor em dezembro e paga até R$ 1.900

O benefício foi criado para combater a pobreza na Itália

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 24/11/2017 às 10:14
Leitura:

Imagem

Cerca de 490 mil famílias da Itália começam a receber a partir do próximo dia 1º de dezembro o "Renda Inclusão Social" (REL), programa de pagamento de benefício a pessoas em situação de pobreza no país europeu. O REL pagará até 485 euros, cerca de R$ 1.900. Outros cidadãos da União Européia também terão direito a solicitar o benefício.

O projeto foi criado pelo governo do primeiro-ministro Paolo Gentiloni e busca combater a pobreza no país.

O benefício será concedido por um período máximo de 18 meses, podendo ser renovado por mais 12 meses depois de meio ano. Para recebê-lo, a família terá que participar de um projeto personalizado para ser reinserida no mercado de trabalho, segundo informou o portal Opera Mundi.

Requisitos

A família também não poderá ter Indicador de Situação Econômica Equivalente (ISEE) maior que 6 mil euros, ou patrimônio imobiliário maior que 20 mil euros, com exceção da primeira casa. O ISEE é usado para avaliar a situação econômica dos italianos.

Mais Lidas