Acidente

Empresário que causou acidente tem prisão preventiva decretada

Victor Oliveira, 25, estava embriagado no momento do acidente. Ele foi acusado por duplo homicídio com dolo eventual e três lesões gravíssimas

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/11/2017 às 11:50
Leitura:

Imagem

O empresário Victor Oliveira, 25, que causou o acidente com um carro que transportava cinco pessoas da mesma família nesse domingo (26), teve prisão preventiva decretada após audiência de custódia realizada na manhã desta segunda-feira (27). Victor estava embriagado no momento do acidente e por isso foi acusado de duplo homicídio com dolo eventual, quando não há a intenção de matar mas o risco é assumido, mais três lesões gravíssimas.

O acidente causou a morte de Maria Emília Guimarães, 39, e Roseana Brito, 25, que estava grávida de três meses e era babá dos filhos de Maria Emília. As duas crianças estão em hospital particular do Recife. Miguel Arruda da Mota Silveira Neto, 3, tem um traumatismo craniano e o estado de saúde dele é considerado grave. A outra criança, Marcela Guimarães, 5, foi transferida para o mesmo hospital particular. O quadro da menina é estável.

Miguel Arruda da Mota Silveira, 46, pai das crianças que também estava no veículo, está internado no Hospital Santa Joana com lesões no abdômen. Segundo o boletim médico do hospital, ele não corre risco de morte.

"Daqui ele será levado para o Cotel. Ele deve receber a reprimida forte do estado", disse o assistente de acusação Carlos Queiroz.

Entenda o caso

Um acidente provocado pela mistura entre álcool, direção e imprudência deixou o saldo de duas pessoas mortas e outras quatro feridas, sendo duas crianças de 4 e 7 anos, por volta das 19h30 de ontem. A colisão, entre um Ford Fusion e uma SUV Toyota RAV4, ocorreu no cruzamento da Avenida Rosa e Silva com a Rua Cônego Barata, na Tamarineira, Zona Norte do Recife. Foi tão forte que a RAV4 capotou e ficou virada em cima da calçada.

Mais Lidas