Lei estadual reduz imposto sobre doação de bens em até 50%

Publicada no Diário Oficial de Pernambuco na última quarta-feira (29), a lei complementar reduzirá o valor da alíquota do imposto sobre doação de bens

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 02/12/2017 às 0:45
Leitura:

Imagem

A Lei Complementar de nº 374/2017, publicada no Diário Oficial do Estado na última quarta-feira (29), em vigor desde esta sexta (01), é uma oportunidade para a sucessão planejada de bens. Ela permite a redução do valor da alíquota (percentual aplicado em cálculo do valor de um tributo) do imposto de doação de bens em até 50%. A taxa é conhecida como Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ICD) - um imposto de prática dos Estados e do Distrito Federal, que recai quando há a transmissão sem despesas de bens ou direitos, como no caso da herança ou doação.

A mudança integra o Programa Especial de Recuperação de Créditos Tributários (PERC) do Governo do Estado. "O intuito do programa é você ter uma redução na alíquota do imposto de doação (valor que pode ocorrer em vida ou em morte)", explica o advogado da área do direito empresarial, Johnata Rocha.

Em entrevista ao comunicador Marcelo Araújo no programa Movimento, Johnata Rocha trouxe os detalhes sobre essa lei complementar.

Ouça na íntegra:

Redução segue até março de 2018

A Secretaria da Fazenda do Estado de Pernambuco (Sefaz-PE) espera arrecadar cerca de R$150 milhões com o PERC. "O governo sentiu uma necessidade de propor um programa para tentar reequilibrar as contas. (...) E com isso, até 30 de março de 2018 quem pagar o imposto de doação vai ter um desconto de 50%", enfatizou Johnata.

Mais Lidas